Resenha Exília



Unidos por ideais nobres um heterogêneo grupo de pessoas se reúnem para praticar atos de solidariedade, justiça e liberdade por um mundo que despreza tais conceitos, e descobrem, do modo mais difícil, que bem e mal são por demais cinzas para se separar. Exília é um livro que usa da Ficção Fantástica para evidenciar questões morais e atuais, um paradoxo que instiga o leitor a continuar sua leitura - uma busca épica com a Sociedade do Amanhecer. Um grupo de pessoas excêntricas e superdotadas. Essa história foi jogada em uma mesa de RPG adulto durante 3 anos e adaptada para a literatura devido à sua capacidade de desnudar as relações humanas de poder e amor com metalinguagem crua e viril; uma história sobre contar histórias. Uma saga de acelerado ritmo e respirações entrecortadas.

Resenha

Um grupo de homens depois de perceber o modo de politica, e o modo de vida de seus intercessores, de seu povo, eles em busca da paz, da igualdade e da liberdade partem em uma grande aventura, eles se tornam a Sociedade do Amanhecer, e em seus caminhos eles encontram propósitos, missões, lutas, inimigos e varias aventuras! eles criam uma carta para divulgarem a sociedade, e resolvi trazer para deixar mais claro o proposito desta sociedade!


Vivemos em um mundo desigual. Passamos por momentos de puro temor e, despreparados, nos sujeitamos a qualquer força que pudesse garantir nossa segurança. E não há culpa nisso. Monarquias – sejam elas absolutas ou electivas – foram cruciais ao longo da história, consolidando reinos com comércio, intercâmbio de tecnologia e delimitando as fronteiras da Aliança. É chegado o tempo de progresso visionário, pioneiro, pois, tal qual estamos, não há mais como evoluir socialmente. Nossa pluralidade cultural pede uma forma de regência própria. Os povos devem ser donos de seus direitos, entender seus deveres e escrever suas próprias leis. Essa é nossa proposta. Um governo onde você vota e escolhe seus representantes. Onde todos são iguais em suas diferenças. Onde nossos filhos serão instruídos muito além de nossa compreensão e tempo. De modo que nos superem − conseguindo fazer muito melhor que seus anacrônicos antepassados. Somos a Sociedade do Amanhecer. Formados sob a égide da liberdade e justiça. Vagamos pelo mundo ajudando pessoas e reunindo recursos para fundar um país livre em uma das muitas ilhas selvagens ao sul de Ossétias. Todos serão bem vindos, sem exceção. Enquanto está lendo isso estamos em algum lugar salvando alguém como você. Ajude-nos. Acredite: Você pode ser seu dono. A notícia irá se espalhar, de um lugar onde se é livre, onde o estudo e a tecnologia servirão de alicerce para um futuro planejado. Onde saúde, segurança e moradia serão deveres do estado. Onde não haverá selvagens atacando suas terras. Se você sabe ler reproduza esse manifesto e o espalhe. Se o ouvir ecoe-o. No coração de Ilhiandoran existe uma vila suspensa entre as árvores da grande floresta de Dotônia: Ideos – nossa base provisória. Todos serão bem recebidos. Nosso mundo pode ser desigual, mas nós podemos escolher como serão nossas vidas. Força e Paz a todos. Até o grande dia.

Sociedade do Amanhecer
Devon Donovan - Dantiello -  Henzo Arashy -  Noah Armstrong  - Zendrix


Eu gostei bastante deste livro, Exília é um livro bem diferente, me surpreendi bastante com ele, não esperava que ele fosse legal deste jeito, até porque quando li a sinopse, achei que fosse um livro com uma leitura chata kk...

A escrita do livro, não é a das mais fáceis de entender, porem a historia e o enredo em si, são muito interessantes, eu acho que a unica coisa que faltou neste livro, foi uma boa introdução, pois por ele ser um livro de fantasia, que te revela um novo mundo, com novos personagens e novas vidas, ele tinha que ter uma introdução mais clara para entender melhor o livro ...

Outra coisa que percebi no livro (critica kk) foi que o autor escreve de forma muito rápida e meio sem coesão e coerência, que é uma coisa que não pode faltar em nenhuma narrativa, principalmente nas cenas de ação e lutas, o autor escreve os movimentos e acoes de uma forma muito complexa, que fica difícil de entender o que ele esta querendo dizer e a gente as vezes fica meio perdido nos fatos (eu, pelo menos, fiquei kkk), porem você vai se acostumando com o passar do tempo, com o tipo de escrita do livro e quando você vê, já terminou de ler o livro..

Eu confesso! Demorei seculos para ler este livro kkk, no começo, achei ele muito complexo e fui lendo devagar, lia um outro livro e depois lia 30 páginas deste, lia outro livro e lia mais 30 desse kk, por isso demorei para ler o livro, só que quando chegou la na pagina 200, a narrativa de prendeu de forma muito rápida e assim terminei as ultimas paginas do livro muito rápido....

Creio que esse livro, teria tudo para se tornar um filme, e digo isso porque é aquele tipo de historia épica, como HP, Narnia e coisas deste tipo, a própria narração dos fatos são muito interessantes, as cenas de ação e luta são muito legais (apesar de as vezes, você não entender algumas falas ou cenas kk)

Então a minha opinião final do livro é esta : Gostei da historia, me afundei e adorei o desenrolar das aventuras da Sociedade do Amanhecer, porem como disse anteriormente, o autor ainda não pegou aquela coisa de escrever os fatos e suas intenções de forma mais concreta, porem creio que isto já estará melhor ao longo da serie de Exília.










4 comentários:

  1. Obrigado pelas críticas construtivas Gustavo, estou sempre tentando me aperfeiçoar como escritor. Fico feliz que tenha se divertido lendo e vivendo o mundo de Exíllia. Curti muito nossa parceria, vamos fazer outras no futuro e espalhar o hábito da leitura para muitas pessoas!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Rodrigo, fico feliz que gostou da resenha, estarei sempre aberto a ajudar a literatura e aprimorar as parcerias, Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Yin Lua A Noite Eterna24 de fevereiro de 2013 12:20

    Muita legal essa resenha! Em breve será o meu livro hein! :D

    ResponderExcluir
  4. Com certeza Yin Lua ;)

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita! Não deixe de Comentar :)

 renata massa