[Resenha] Perdida - Carina Rissi



Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Resenha


Um verdadeiro conto de fadas, onde qualquer garota desse planeta gostaria de viver.
Um clichê acompanhado por um copo de café, e juro juradinho, que seu coração ficará na mão...

(Séc. 21 - São Paulo) Uma mulher de 25 anos, que não vive sem as modernidades do tempo,tem pavor à mera menção da palavra casamento e é totalmente independente, esta é Sofia, uma moderna mulher que vive na grande cidade de São Paulo.

(Séc. 19 - São Paulo) Também somos apresentados a Ian Clarke, um lindo rapaz cavalheiro, romântico, virgem e super atraente, tinha apenas 21 anos e também morava na grande cidade de São paulo.

"Era para ser um amor impossível, onde uma única certeza era um coração destroçado no final de tudo.''


Em um certo dia, Sofia esta em um bar com Nina , sua melhor amiga, Enquanto isso, Rafa, futuro esposo de Nina está jogando sinuca no bar, Nina estava super feliz com o futuro casamento e todas as novidades que chegariam com o tão sonhado casamento, e Sofia com total repulsa de amor, que finge feliz, ficou totalmente bêbada no bar, então ela sente necessidade de ir ao banheiro, e AHHHH!!.... O alívio do xixi de repente um PLOFFT, quando Sofia olha para o vaso, vê seu celular mergulhando e indo embora privada abaixo kk. Era definitivo, Sofia com certeza precisava de um novo celular ...

(O fim de um começo)

Com um novo ''celular'', Sofia inexplicavelmente é trasportada para outro século, mas precisamente no século XIX ,e nesta misteriosa viagem pelo tempo, o destino junta as vidas de Sofia e Ian, o rapaz a encontrou machucada pela da viagem, e Ian primeiramente se assusta com as roupas curtas de Sofie .Afinal em 1830 as damas não mostravam suas lindas pernas (ainda kk).

Se você esta com uma cara de um grande interrogação ???? Pensando, Sofia em 1830 ???? Como ???Porque ???? Como assim ??? Você terá que ler o livro e se encantar com os mistérios do destino.

Quando Sofia acorda totalmente para a situação, ela esta em 1830, onde papel higiênico era folha de alface, e as roupas eram longos e apertados vestidos kk, Sofia fica desesperada diante da total falta de modernidade e facilidade que o seculo 19 não possuíam.

Como Sofia iria voltar para casa ???? Sera que era possível voltar ??? E Como resistir ao amor por Ian ???

Sofie se vê em uma encruzilhada e a decisão tomada., mudaria sua vida para sempre. Ficar e viver um grande amor ? ou lutar para voltar para casa ?

(Definindo amor por Sofia)

Essa baboseira de amor acaba assim que a rotina aparece. Esse sentimento só servia para vender revistas e livros e que na vida real, você sempre acaba sozinha com um buraco no lugar em que costumava ficar seu coração. Porém ela não esperaria que o destino pregasse essa peça em sua vida, onde o verdadeiro Amor pode ultrapassar as fronteiras do tempo.

Perdida, um lindo romance inspirado na autora Jane Austen, é requintado com uma escrita de exalar amor e paixão, uma historia fascinante e viciante, impossível de não ler ou impossível de parar de ler... Uma bela obra de Carina Rissi. Que com certeza vai fazer seu coração parar de bater por um segundo ou ate mais segundos hahaha

RESENHA FEITA POR BRUNA FERNANDES

4 comentários:

  1. Olá Gustavo!!!!!Nossa li este livro nesta semana e me apaixonei-completamente- por este livro.Os personagens são uma fofura,Impossível não amar Sofia com sua linguá afiada,ou então ao personagem Ian que é totalmente meu(suspiros...)queridinho.

    Não e cá entre nos as gargalhadas são incrementadas ao ler,não é!Principalmente a parte sobre a casinha.Nossa ri horrores nessa hora,tive ate que parar de ler para recuperar o folego. Hahahahahahahaha

    Nossa quem ainda não leu,deve com certeza correr para ler,este livro é muito bom.E sua resenha só ressaltou tudo isso!

    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita! Não deixe de Comentar :)

 renata massa